Extremamente revolucionária e necessária nos dias de hoje, a telemedicina como conhecemos é um recurso ainda recente, visto que suas origens estão diretamente relacionadas aos avanços da tecnologia e da comunicação.

Desde o seu surgimento, essa área médica, que envolve principalmente o atendimento do paciente de maneira remota, tem contribuído para muitos avanços na área da saúde, especialmente ao tornar os serviços mais acessíveis.

Falamos sobre a evolução nos modelos de consulta em outro artigo que você pode acessar aqui!

Seja através de teleconsultas para avaliações de rotina ou em situações de urgência, a telemedicina facilita muito a prevenção, diagnóstico, monitoramento e tratamento de doenças, lesões e outras condições médicas.

Ela também tornou possível a transmissão e o compartilhamento de informações médicas a quaisquer distâncias, garantindo segurança dos dados do paciente e a qualidade do atendimento.

Durante a pandemia da Covid-19, os recursos de telemedicina passaram a ser ainda mais requisitados. As pessoas estão precisando de mais orientações médicas, mas, ao mesmo tempo, devem sair de casa para não se exporem ao vírus.

A telemedicina, então, exerce um papel fundamental não só no cenário crítico em que estamos vivendo. Através das tecnologias de informação é que os médicos conseguem tomar decisões com maior agilidade e precisão, a fim de garantir sempre a saúde do paciente, mesmo não estando em contato físico com ele. 

Afinal, o que é telemedicina?

Tecnicamente, entende-se como telemedicina qualquer tipo de atendimento de saúde feito a distância, seja por telefone, chat, vídeo ou outro meio de comunicação.

A telemedicina permite atender pacientes através da teleconsultainterpretar exames médicos (telediagnóstico), telemonitoramento, entre outros, tudo feito remotamente. Para tanto, ela conta com o apoio das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs).

Segundo define o Conselho Federal de Medicina na Resolução CFM nº 1.643/2002, essa forma de atendimento representa o exercício da medicina através da utilização de metodologias interativas de comunicação audiovisual e de dados, com o objetivo de assistência, educação e pesquisa em saúde.

Prevendo a evolução natural da medicina, o EuSaúde surge como uma clínica de saúde virtual, que funciona 24 horas por dia, 7 dias na semana. Médicos, enfermeiros e demais profissionais da saúde são qualificados para atender os pacientes de forma remota. Saiba mais sobre nós aqui!

Como funciona a telemedicina?

A telemedicina funciona através de uma combinação de equipamentos digitais, softwares, plataforma, Internet e especialistas.

A modalidade é utilizada para atendimentos pré-clínico, de suporte assistencial, monitoramento e diagnósticos e consultas.

O atendimento médico à distância é feito diretamente entre médicos e pacientes, através de tecnologias da comunicação e informação que garantem a integridade, sigilo e segurança das informações.

Você pode marcar a sua consulta conosco agora clicando aqui.

Como em qualquer clínica, os atendimentos por telemedicina devem ser realizados por médico.

É comum as pessoas se perguntarem como o médico examina o paciente na teleconsulta se não pode tocá-lo. O que nem todos sabem é que existem diversos problemas que podem ser diagnosticados e tratados sem este contato!

Ainda assim, é fundamental destacar que, em um atendimento de telemedicina, caso o médico perceba qualquer sintoma ou problema que for necessário um exame físico, deverá encaminhar o paciente para um atendimento presencial.

Por que a telemedicina é importante?

A telemedicina é necessária e importante por várias razões. Ela tem como objetivo tornar a saúde mais acessível às pessoas, e faz isso rompendo barreiras geográficas, otimizando o tempo reduzindo os custos do atendimento médicos.

Por se tratar de atendimentos feitos de forma remota, um paciente que não tem acesso fácil aos centros de saúde pode, simplesmente, se conectar com um médico virtualmente e ser atendido conforme suas necessidades.

Ao fazer uso dos serviços de telemedicina, o paciente não precisa ir até um pronto-atendimento e esperar por horas para ser atendido. Também não precisa aguardar por meses para ser encaixado na agenda de um médico. Basta ele fazer contato com o médico através da plataforma de telemedicina que contratou.

A telemedicina na pandemia

Além disso, as empresas que oferecem serviços de telemedicina tendem a ser bem mais acessíveis financeiramente quando comparadas aos planos de saúde ou consultas particulares.

Com a urgência de combater a Covid-19, o Conselho Federal de Medicina (CFM) enviou ofício ao então Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no qual informa a decisão de ampliar o uso da telemedicina no Brasil, além das modalidades já estabelecidas na Resolução CFM nº 1.643/2002, como o laudo a distância, que continua em vigor. 

Com isso, o Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União a Portaria no 467, de 20 de março de 2020, liberando: 

Teleorientação e teleconsulta: permite atendimento médico a distância para orientação e encaminhamento de pacientes;

Telemonitoramento: possibilita que, sob supervisão ou orientação médicas, parâmetros de saúde e/ou doença sejam monitorados a distância; 

Teleinterconsulta: permite a troca de informações e opiniões exclusivamente entre médicos, para auxílio diagnóstico ou terapêutico.

Neste cenário, a telemedicina vem mostrando toda a sua potencialidade. Ela colabora muito para evitar aglomerações nos centros médicos já congestionados, possibilita que os médicos façam o diagnóstico precoce da doença e orientem, com assertividade e agilidade, como os pacientes devem agir caso estejam com o vírus ou em qualquer outra situação relacionada à sua saúde.

Se você nunca fez uma consulta online e está precisando de alguma orientação com médico para sua saúde ou de algum familiar, clique aqui e agende sua consulta conosco agora.

O EuSaúde é referência em telemedicina no Brasil. Conheça mais sobre os nossos serviços e soluções!