Setembro azul, é época de revisitar os conceitos e preconceitos relacionados à comunidade surda. Época de convidar à reflexão sobre o mundo que queremos construir, o mundo que queremos deixar de herança para nossos descendentes, sejam eles surdos ou ouvintes.

Durante o mês de setembro as lutas dos surdos por acessibilidade e inclusão social são revisitadas. Afinal, foram séculos de exclusão social vivenciados por essa comunidade em todo o mundo, em consequência da barreira comunicativa já que, por não escutarem, também não têm acesso fácil à língua oral do próprio país.

De acordo com Cleusangela Barros, CMO SignumWeb Comunicação Inclusiva, startup investida pelo Grupo RCS, uma boa forma de promover a inclusão e estimular a discussão é trazer luz à alguns temas e curiosidades desse universo. E é ela quem responde abaixo essas curiosidades:

Quantos sinais existem na língua Brasileira de sinais e quantas palavras tem o português?

Alguns se surpreenderão ao descobrir que Libras tem cerca de 14 a 15 mil sinais, enquanto no português existem aproximadamente 400 mil palavras, segundo o dicionário Houaiss.  Como resolver isso quando, por exemplo, os intérpretes de Libras precisam atuar entre essas línguas tão diferentes? Será que dão conta?  Sim, é possível!

Na língua de sinais o corpo todo se expressa e não somente as mãos.  Além dos sinais manuais, existem as expressões faciais e aquilo que a comunidade surda chama de classificadores, que suprem perfeitamente essa discrepância

Todo surdo é filho de pais surdos?

Curiosamente não. Na verdade cerca de 95% dos surdos são filhos de pais ouvintes, a grande maioria portanto. Qual a grande implicação disso?

 É um mito a ideia de que o surdo tem um atraso mental?

Sim. A inteligência do surdo é tão intacta quanto a de qualquer ouvinte. O mito de que teria um atraso mental vem do fato de que não domina o português, nossa língua majoritária, usada nas nossas relações sociais.

Permitamos ao surdo livre acesso à Libras, a língua materna do surdo brasileiro, na mais tenra idade e veremos como será mais fácil dominar uma segunda língua, o português, na sua modalidade escrita. Então veremos que não existe essa história de atraso mental.

Basta saber o alfabeto manual para conversar com um surdo?

Não! Na verdade, o alfabeto manual é um código chamado de datilologia, que toma de empréstimo as letras da língua portuguesa, para expressar nomes próprios, nome

O surdo pode falar?

Sim, mesmo o surdo usuário de Libras pode falar. Seu aparelho fonador está intacto. Muitos deles oralizam e há aqueles que são bilingues, mas preferem usar Libras como meio de comunicação e expressão.  Entenda definitivamente que a expressão surdo-mudo está errada. Além disso falar não tem a ver necessariamente com a produção de sons

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *